Páginas

terça-feira, 14 de maio de 2013

Sequência Didática -2º Encontro - Texto: Avestruz


SEQUÊNCIA DIDÁTICA  ELABORADA NO  2º ENCONTRO PRESENCIAL  14/05/2013

CURSO: MELHOR GESTÃO - MELHOR ENSINO

PARTICIPANTES: Gélcina de Freitas Solana Regonato,  Valeria Ap. Gennari Ceschn,  Marcela Manfio Passini  Solange Ap. Machado e Ana Maria Cantizani e Amanda Scavazza Silva

                                                               TEXTO: AVESTRUZ, MARIO PRATA

DIÁLOGO E REFLEXÕES

A Intenção é proporcionar uma reflexão mediada sobre a amizade. A seguir alguns pontos da discussão:

·         Você já viu uma imagem de avestruz?

·         Que característica  tem esse animal? Como é esse animal

·         Já conhece algum outro texto de Mario Prata?

 LEVATAMENTO DOS CONHECIMENTOS PRÉVIOS

Será feito um levantamento dos conhecimentos prévios dos alunos  por meio do título da crônica “Avestruz”, possibilitando ao aluno fazer antecipações a respeito da história que será lida, estipulando objetivos da leitura com a turma, a partir das questões:

·         Vocês acham Seria possível ter uma avestruz de estimação?

·         Seria possível ter um avestruz no apartamento?

·         O que poderia acontecer nesta história com este título?

( apresentar uma imagem de um avestruz com os recursos disponíveis  ao lançar o desafio de uma tarefa para que pesquisem  sobre a vida desse animal

DURANTE A LEITURA

Fazer paradas estratégicas a fim de que eles façam inferências, percebam características do gênero, conhecendo as palavras chaves e ideias desconhecidas e realizando questionamentos acerca  da  das personagens  a  partir das descrições do narrador.

DEPOIS DA LEITURA

·         Verificar se as hipóteses formuladas a partir da reflexão inicial se confirmaram.

·         Promover uma análise geral do texto, apontando as escolhas linguísticas  : nome científicos 

·         Ler trecho do Gênesis  para verificar a intertextualidade com esse texto bíblico ( mas estabelecendo uma crítica em relação a afirmação de que Deus teria errado na criação do avestruz por ele ser desajeitado e grande.

·         Observando que esta característica é própria dos textos de humor.

·         Explorar características como as escolhas linguístico-discursivas  (menopausa/ gigolô/nome científico da ave)

·         da crônica, o suporte/ veículo de comunicação, público leitor, escolhas linguísticas, dentre outras.

Atividades diferenciadas

Orientação para dramatização:  Imaginar todas as situações das mais inusitadas possíveis  que possam acorrer tendo um avestruz dentro do apartamento  com grupos heterogêneos  no qual aqueles com mais facilidade de escrita montem o texto e aqueles que necessitem desenvolver a leitura e a oralidade encenem  tais situação/ Atividades extras de produção de um gênero já conhecido como a notícia em que haja a produção de uma notícia  e apresentação de um telejornal

APROFUNDAMENTO / AVANÇO

 O texto de Mario Prata trabalha com a importância da persuasão: a criança só desiste quando a personagem a convence que que o avestruz poderia comer  times inteiros de futebol de botão e principalmente chuteiras .

Outro aspecto importante que pode ser levantado é a valorização da relação da criança com os animais, a importância da convivência e  respeito a os bichos e a sua natureza do animal.

SUGESTÃO DE OUTROS GÊNEROS TEXTUAIS COM A TEMÁTICA DA AMIZADE

Estatutos e Direitos dos animais (pouco lembrado na escola)

FILMES: Betoween,  Marley e Eu e  Madagascar abordam a convivência com animais